domingo, 10 de junho de 2012

História da Língua Portuguesa no Brasil

História da Língua Portuguesa no Brasil

A história da Língua Portuguesa inicia com a colonização portuguesa no Brasil, em 1500, nesta época o tupi era usado como língua geral na colônia, ao lado do português, mas em 1757, a língua tupi foi proibida por uma Provisão Real, desta forma o português fixou-se definitivamente como o idioma do Brasil, mas mesmo com essa mudança, algumas palavras indígenas ligadas à flora e fauna foram herdadas como, por exemplo, abacaxi, caju, mandioca, piranha e tatu.
Em 1822, o português falado no Brasil sofreu influências de imigrantes europeus que se instalaram no centro e sul do país, o que explica certas modalidades de pronúncia e algumas mudanças superficiais de léxico que existem entre as regiões do Brasil, que variam de acordo com o fluxo migratório que cada uma recebeu.
No século XX, a distância entre as variantes portuguesa e brasileira do português aumentou em razão dos avanços tecnológicos do período: não existindo um procedimento unificado para a incorporação de novos termos à língua, certas palavras passaram a ter formas diferentes nos dois países como, por exemplo, comboio = trem, autocarro = ônibus, pedágio = portagem, além disso, o individualismo e nacionalismo que caracterizam o movimento romântico do início do século intensificaram o projeto de criação de uma literatura nacional expressa na variedade brasileira da língua portuguesa, argumento retomado pelos modernistas que defendiam, em 1922, a necessidade de romper com os modelos tradicionais portugueses e privilegiar as peculiaridades do falar brasileiro. A abertura conquistada pelos modernistas consagrou literariamente a norma brasileira.




Nenhum comentário:

Postar um comentário